Tomate, o fruto proibido

tomate-philona-f1-ertragreiche-und-auesserst-resistente-tomatensorte-1171996Para a grande maioria, o Tomate é associado à um legume quando na verdade ele é um fruto do tomateiro, (Solanum lycopersicum; Solanaceae). De sua família, fazem também parte as berinjelas, as pimentas e os pimentões, além de algumas espécies não comestíveis. Presentes em todas as feiras e geladeiras, o tomate é uma unanimidade em bases quentes gastronômicas.

Sua origem é uma incógnita. Especialistas defendem que os tomates foram introduzidos no mundo através do povo Inca no Peru que cultivavam espécies nativas, ainda silvestres do fruto que daria origem a todas as variações posteriores. Este tomate original se chamava Lycopersicum cerasiforme. Outros especialistas apostam que o tomate surgiu no México, terra onde abunda este tipo de planta. O tomate pertence a um extenso rol de alimentos da América pré-colombiana totalmente desconhecidos do Velho Mundo antes das grandes navegações, do qual fazem parte o milho, vários tipos de feijões, batatas, frutas como abacate e o cacau.

Inicialmente o tomate era tido como venenoso pelos europeus e cultivado apenas para efeitos ornamentais, supostamente por causa de sua conexão com as mandrágoras, variedades de Solanáceas usadas em feitiçaria. Somente no século XIX é que o tomate passou a ser consumido e cultivado em escala cada vez maior, inicialmente na Itália, depois na França e na Espanha. Durante este século, os europeus que retornavam da América após as viagens ao novo mundo, levaram ao velho mundo a fruta vermelha.

Incontestável em várias receitas, o tomate além do seu sabor peculiar e adorado, ele é rico em vitaminas A, B e C, em sais minerais como o fósforo, potássio, cálcio e magnésio. Esses nutrientes ajudam no desenvolvimento de dentes, músculos e ossos. Ainda auxiliam na proteção do sistema imunológico, entre muitos outros benefícios. No tomate existe uma substância muito importante que dá a sua coloração vermelha: o licopeno, um carotenoide. Esse nutriente é antioxidante, o que auxilia no combate aos radicais livres e no combate ao envelhecimento precoce. Outro benefício que este carotenoide proporciona é a proteção do sistema cardiovascular e a proteção contra alguns tipos de câncer.

tomate tipos

La Tomatina     toma3-e1315920270286

Surgida em 1944, a Tomatina é uma das festas mais conhecidas internacionalmente. É celebrada na cidade de Buñol, em Valência, sempre na última quarta-feira de agosto. Reza a lenda que o festival La Tomatina, realizado anualmente, evoluiu de uma briga de rua na década de 1940, quando um grupo de jovens que queria participar do desfile dos “Gigantes y Cabezudos” (tradição espanhola) utilizou os tomates como arma. Hoje cerca de 40.000 pessoas aparecem nas ruas espanholas para arremessar 120 toneladas de tomates maduros umas nas outras. Durante uma hora, as frutas foram lançadas em uma luta de comida maciça.

Saladas, molhos, crua ou assada, cozida ou com sal, todos comem o tomate. Desta vez não iremos surpreender, vamos propor receitas simples mas que agradam a maioria.

Tomate SecoReceita-de-Tomate-Seco-02-620x413

Ingredientes
1ª parte:
4 kg de tomates maduros e firmes (Tomates Débora ou Italianos são melhores), cortados ao meio no comprimento (do cabo para baixo) e sem sementes, são cerca de 36 tomates
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de sal
2ª parte (tempero):
1 cabeça de alho em lâminas
1 xícara de azeite de oliva extra virgem
Azeitonas verdes fatiadas
Orégano

Modo de Preparo
Lave, corte os tomates no comprimento, tire as sementes e deixe-os no escorredor de macarrão
Coloque-os nas assadeiras com a casca virada para a assadeira. Salpique sobre as metades o açúcar e o sal bem misturados. Leve ao forno em temperatura média-alta (200°) por 1 hora e 30 minutos (vai formar água). Retire do forno, coloque as metades delicadamente no escorredor de macarrão, lave e seque a assadeira (isso é o principal para o sucesso de sua receita). Volte as metades à assadeira, desta vez de boca para baixo (cascas para cima). Novamente 1 h de forno médio (180°). Repita o processo de retirá-los, colocar no escorredor, lavar e secar assadeira
Se ainda não estiver seco ao seu gosto, volte ao forno pela 3ª vez, por cerca de 30 minutos
Desligue e deixe esfriar dentro do forno.
Tempero:
Em uma panela pequena coloque o azeite, quando estiver quente, jogue o alho em lâminas e tire do fogo (só para tirar o ardor do alho cru). Acrescente orégano. Em uma compoteira ou vidro com tampa coloque em camadas as metades de tomate dobradas ao meio (prove o sal, geralmente não precisa acrescentar mais, depende de seu gosto), regue com o azeite, alho e orégano, e azeitonas verdes fatiadas. Continue fazendo as camadas. Se referir, coloque mais alho e azeite.
Dica: Deixe na geladeira, pelo menos por 24 horas antes de consumir, o sabor fica mais apurado.

Compota de TomateCompota-de-Tomate-1

Ingredientes:
1,5 Kg de tomates maduros
1 Kg de açúcar
1 pau de canela

Modo de Preparo
Coloque os tomates a escaldar numa panela com água a ferver.. Deixe estar alguns segundos e quando a pele começar a abrir, retire os tomates. Passe os tomates por água fria, retire a pele e o pé do tomate. Corte o tomate ao meio, esprema para tirar a água e retire o máximo de sementes que conseguir. Num tacho coloque os tomates, o açúcar e o pau de canela. Mexa e deixe cozinhar em fogo moderado durante 1 hora. Mexa de vez em quando. Passado uma hora retire o pau de canela e se os pedaços de tomate ficarem muito grandes, desfaça-os um pouco com a varinha mágica. Deixe ferver mais 10 minutos, mexa sempre para não pegar no fundo. Quando estiver com uma boa consistência, apague o fogo e deixe arrefecer. Depois de fria, coloque a compota em frascos que vedem bem.

Suco de Tomatesuco-tomate-red-lu

Ingredientes
4 tomates maduros
½ xícara (chá) de água (pode ser gelada)
Folhas de manjericão
Suco de um limão
Molho de pimenta a gosto (opcional)
1 pitada de sal

Modo de Preparo
Lave os tomates, corte-os e retire as sementes. Bata-os bem no liquidificador, juntos com os outros ingredientes. Coe. Pode ser bebido em temperatura natural, gelado ou se preferir.

 

 

Fontes: http://www.jorgeroriz.com.br