Nossa primeira referência de Gastronomia – A cozinha da Mãe

0,,43107585,00 Em homenagem ao Dia das Mães, resolvi escrever sobre a nossa primeira referência de alimentação, a Mãe. Começa com o gesto de amamentar, o leite que nos nutre. Mas quando crescemos e queremos lembrar dos bons momentos que passamos ao lado dela, vem a imagem dela na cozinha preparando alguma guloseima inesquecível.

Podemos dizer que a Mãe é a nossa primeira professora de gastronomia, é com ela que criamos a curiosidade de como se faz um bolo, o brigadeiro, o almoço em família. Todo cozinheiro tem esta referência. Sem exceção, um grande chef fala da sua mãe ou da avó, dela vieram as primeiras dicas, é a nossa primeira degustadora das “gororobas” de um iniciante na cozinha, mas sem duvida, desde o começo, nossa maior incentivadora.

Dona Aldair é minha referência, minha incentivadora mesmo, sempre acreditando onde eu poderia chegar, mesmo quando fui pela primeira vez para a cozinha, realmente aprender a cozinhar sem saber que existia cebola roxa (acreditem !). Com muita paciência foi me ensinando, me corrigindo, me desafiando a melhorar dia após dia. Quando resolvi me dedicar a estudar, foi dela o empurrão que precisava. Quando foi morar fora do país para estudar, com uma filha que tinha completado apenas um ano de vida, ela sempre ficou perguntando como eu estava evoluindo e comemorando as minhas boas notas na Mausi Sebess. Hoje Dona Al é minha companheira de conversas, ela pesquisa e me traz receitas para tirar dúvidas, me orgulho hoje em ser seu conselheiro, nos divertimos quando temos festas na família e ficamos imaginando o que iremos servir, escolhemos as receitas e vamos juntos para a cozinha.

InstagramCapture_c256b244-9db0-4ec2-9d93-adbe2e3d704aPara homenagear minha mãe e as mães de todos os cozinheiros, hoje irei publicar receitas que minha mãe sempre prepara em casa para a família e que sempre foram as minhas bases gastronômicas.
Antes de mais nada, Dona Al, obrigado por tudo que você me ensinou e ainda ensina…

 

Bacalhau-Gratinado-ao-Creme-de-Leite

Bacalhau Gratinado
Ingredientes
5 colheres (sopa) de azeite
6 batatas cozidas, em cubos pequenos
1 colher (chá) de sal
2 cebolas fatiadas
3 dentes de alho amassados
400g de bacalhau dessalgado desfiado
1 lata de Creme de Leite
4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
Folhas de Salsa

Modo de Preparo
Em uma frigideira grande, aqueça 3 colheres (sopa) de azeite e coloque as batatas. Acrescente o sal e mexa até dourar, com cuidado para não desmanchar as batatas. Reserve. Em outra panela, aqueça o azeite restante e refogue a cebola e o alho por cerca de 5 minutos. Acrescente o bacalhau desfiado e dessalgado e cozinhe com a panela tampada por cerca de 5 minutos. Adicione meia xícara (chá) do Creme de Leite e despeje em um recipiente refratário untado com azeite. Disponha as batatas reservadas, o restante do Creme de Leite e o queijo parmesão. Leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos ou até gratinar. Polvilhe salsa picada e sirva.

 

InstagramCapture_5312236a-7e0a-402c-ae51-48b7fcdaf3ecCreme Gelado de Farinha Láctea e Nescau
Ingredientes
Creme
3 gemas
2 xicaras de açúcar
60g de margarina
350g de Farinha Láctea
250g de Nescau
Leite a gosto
Cobertura
200g de creme de leite
60g de açúcar
1 limão

Modo de Preparo
Em uma batedeira, coloque o açúcar, a margarina e as gemas para bater até ficar uma mistura homogênea. Acrescente a Farinha Láctea até formar uma farofa. Em seguida, coloque o leite até obter um creme. Separe a mistura em duas partes. Em uma das partes acrescente o Nescau e um pouco mais de leite.
Para montar, em um refratário retangular ou taças, coloque o creme de Farinha Láctea até a metade, depois o creme com o Nescau. Bata o creme de leite com o açúcar até formar um chantilly. Cubra o creme de Farinha Láctea e Nescau com o chantilly e raspas de limão e coloque na geladeira apenas para gelar (não congele).